Estar em contato com a natureza é bom para nossa Saúde e Felicidade

Estar em contato com a natureza é bom para nossa Saúde e Felicidade

Há um número crescente de estudos e campanhas apresentando evidências de que um contato mais próximo com a natureza nos torna pessoas mais saudáveis ​​e felizes.

Isso não é novidade para nós, amantes da natureza! Já falamos aqui sobre como deixar sua casa mais verde pode auxiliar na sua saúde. Agora um estudo britânico confirmou estatisticamente o que, antes, apenas sentíamos.

No estudo, os participantes foram convidados a participar de uma pesquisa sobre sua conexão percebida com a natureza e o sentimento de fazer parte dela.

Eles reportavam como interagiam com a natureza e como se sentiam em relação à sua saúde e felicidade, antes do início do estudo, no final do desafio e dois meses depois de terminado.

O estudo mostrou que houve um aumento cientificamente significativo na saúde das pessoas, felicidade, conexão com a natureza e comportamentos da natureza ativa.

Pequenas ações como alimentar os pássaros e plantar flores para as abelhas continuaram sendo executadas pelos participantes, mesmo após o fim dos estudos.

O número de pessoas que relatam sua saúde como “excelente” aumentou 30% e essa melhora na saúde sendo prevista pelo aumento da felicidade. Essa relação é mediada pela mudança na conexão com a natureza.

Isso se soma a um crescente corpo de evidências que mostra definitivamente que precisamos da natureza para nossa saúde e bem-estar.

Correlação entre o contato com a natureza e incrementos na saúde física e mental

De acordo com o Dr. Richardson, já há evidências de pesquisas de que a exposição à natureza pode reduzir a hipertensão (pressão arterial anormalmente alta), o trato respiratório e as doenças cardiovasculares.

Além disso, esse contato mais próximo com a natureza ajudar a melhorar a vitalidade e o humor. Também beneficia questões de bem-estar mental, como ansiedade; e restaurar a capacidade de atenção e fadiga mental.

Acampamento: Uma forma clássica de imersão com a natureza

Para pessoas que sofrem de doenças físicas ou transtornos mentais, como depressão e ansiedade, a interação com a natureza pode ajudar as pessoas a controlar seus sintomas ou mesmo a se recuperar, ao lado de medicamentos convencionais.

Benefícios à saúde mental

Por exemplo, crianças expostas ao mundo natural apresentaram aumento na autoestima. Eles também sentiram que isso os ensinou a correr riscos, desencadeou sua criatividade e lhes deu a chance de se exercitar, brincar e descobrir.

Em alguns casos, a natureza pode melhorar significativamente os sintomas do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). E com isso proporciona uma influência calmante e ajudando-os a se concentrar.

Porém, mais do que isso, sentir-se parte da natureza mostrou uma correlação significativa com a satisfação com a vida, vitalidade, significado, felicidade, atenção plena e menor ansiedade cognitiva.

“Essas correlações são de magnitude semelhante às encontradas entre o bem-estar e outras variáveis, como casamento e educação, cujas relações com o bem-estar são bem estabelecidas.”

Em uma análise recente descobriu-se que pessoas com uma conexão mais forte com a natureza experimentaram mais satisfação com a vida. Além disso, também demonstraram afeto positivo e vitalidade em níveis estabelecidos de satisfação, como renda pessoal.

Ele explica que está começando a surgir uma compreensão dos caminhos e atividades que podem levar a uma maior conexão com a natureza. Isso ocorre onde os programas de educação com atividades criativas levam a aumentos de curto prazo, mas as atividades baseadas no conhecimento não.

Contato com a natureza e felicidade

O estudo identificou o contato, a emoção, o significado, a compaixão e o envolvimento com a beleza natural como caminhos que ajudaram as pessoas a se sentirem mais próximas da natureza.

Mais atividades científicas e baseadas no conhecimento não foram encontradas para ajudar as pessoas a se conectar com a natureza.

Eles também descobriram que as atividades relacionadas a essas vias aumentavam significativamente a conexão. Isso, se comparado com apenas caminhar na natureza sozinho ou caminhar e se envolver em ambientes urbanos.

Uma relação ganha-ganha

Quanto mais pessoas se preocupam intrinsecamente com seu meio ambiente local e valorizam o impacto positivo que ele tem em suas próprias vidas, mais elas vão querer protegê-lo da destruição.

Essa é uma relação de simbiose é importante para a preservação ambiental. Assim como a natureza tem se mostrado para nossa saúde e felicidade, nossas interações com o mundo natural são tão importantes para proteger a natureza e o meio ambiente.

A natureza não é uma cura milagrosa para doenças. Porém, ao interagir com ela, passar tempo nela, experimentá-la e apreciá-la, podemos colher os benefícios de nos sentirmos mais felizes e saudáveis ​​como resultado.

O verdadeiro desafio para o futuro é como envolver mais pessoas, sabendo o que fazemos sobre os benefícios reais de estar em contato com a natureza.

Então, não deveríamos todos passar mais tempo fora, interagindo com a natureza?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *